Área Reservada

Login de Administração

Login de Administração

 

Login de utilizadores

Login de utilizadores

 



O Observatório na imprensa

 

2014

O caso BES: o teste de stress à justiça portuguesa
Boaventura de Sousa Santos e Conceição Gomes, 21 agosto - Público

Pequenos criminosos enchem cadeias
Conceição Gomes, 26 maio - As Beiras

Tráfico laboral está a aumentar em Portugal
Madalena Duarte, 11 abril - Expresso

A impunidade organizada
Boaventura de Sousa Santos, 25 março - Público

As prescrições dos grandes processos judiciais
Conceição Gomes, 19 março - entrevista Antena 1


 

2013

Sexo feminino manda na justiça, 8 março 2013, Correio da Manhã
Para Boaventura de Sousa Santos, director do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e coordenador do Observatório da Justiça, é o produto da grande transformação que ocorreu no 25 de Abril.

Justiça devia informar melhor, 23 fevereiro, Diário de Notícias
A procuradora Maria José Morgado defendeu, em Coimbra, [na conferência "Proximidade e eficácia numa justiça penal actuante" do “Ciclo de Conferências Cidadania e desenvolvimento: a governação e a organização do sistema de justiça”] que a justiça deveria ter “mais transparência”.

Formação de magistrados em análise no CES, 4 fevereiro, Diário As Beiras
No seminário, Boaventura de Sousa Santos – que é também coordenador do Observatório Permanente da Justiça – deverá recordar as conclusões de um estudo divulgado em 2011, em que o observatório criticou a concentração excessiva no conhecimento técnico-jurídico das provas de selecção e da formação dos futuros magistrados.

Sem o fim das jotas “não há democracia”, 26 janeiro 2013, Jornal de Notícias
O sociólogo [Boaventura de Sousa Santos] que falava na conferência “O que seria uma revolução democrática da justiça?” apontou o dedo à “degradação da classe política” no país (…).

Troika coloca em “perigo” modelo social do país, 26 janeiro, Diário de Coimbra
Ao intervir no “Ciclo de Conferências Cidadania e desenvolvimento: a governação e a organização do sistema de justiça”, com a conferência sobre “O que seria uma revolução democrática da justiça?”, Boaventura de Sousa Santos alertou para o facto de Portugal estar a viver uma realidade social que «é um pesadelo».

Boaventura de Sousa Santos alerta para contrarrevolução imposta pela troika, 24 janeiro 2013, Diário de Notícias
O coordenador científico do Observatório Permanente da Justiça Portuguesa, Boaventura de Sousa Santos, alertou hoje para o processo de contrarrevolução imposto pela “troika”, que procura destruir os direitos adquiridos e os avanços civilizacionais.
 

2012 e anos anteriores

Em atualização