Apresentação

UNIFOJ - Unidade de Formação Jurídica e Judiciária

A UNIFOJ é a unidade de formação do Observatório Permanente da Justiça (OPJ) do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra vocacionada para a formação profissional avançada nas áreas do direito e da justiça. Criada em 2012, deu continuidade ao programa de formação Justiça XXI, desenvolvido em 2008 pelo OPJ em parceria com a Associação Sindical dos Juízes Portugueses e com o Sindicato dos Magistrados do Ministério Público. Em 2014 foi criada a e-UNIFOJ - Unidade de Formação Jurídica e Judiciária de Ensino a Distância – com o objetivo de alargar a sua oferta formativa a outros profissionais, superando condicionalismos de espaço e tempo, possibilitando formação independentemente da localização e no horário mais conveniente aos participantes.

A UNIFOJ, nas formações presencias e a distância, já promoveu centenas de cursos e proporcionou formação a milhares de profissionais.

Formação Certificada - Laboratório Associado do Estado | DL n.º 396/2007, de 31/12 | DL n.º 125/99, de 20/04 | Estatutos do CES

Memorando UNIFOJ 2017

 

Objetivos da formação
A UNIFOJ tem como objetivo desenvolver uma adequada formação profissional que contribua de forma relevante para a qualificação técnica dos formandos e para o desenvolvimento de boas práticas em diversas áreas do direito e da justiça, bem como promover o debate alargado no âmbito da administração da justiça, com destaque para os direitos humanos e fundamentais.
A preocupação com a qualidade da formação levou a uma tripla aposta: seleção rigorosa dos formadores; diversidade das metodologias de formação; e apoio eficaz de um secretariado técnico.

Metodologias

Os programas formativos da UNIFOJ são concebidos como espaços de formação avançada, centrados nas competências e necessidades profissionais dos seus participantes, tendo presente a complexidade da realidade em causa. Os cursos de formação procuram concretizar uma abordagem prática dos temas ao cruzar metodologias expositivas com uma aprendizagem dinâmica e interativa, visando dotar os formandos de instrumentos técnicos e reflexivos que permitam uma interpretação crítica e sustentada das soluções e dos dilemas, teóricos ou operativos.

A oferta formativa decorre segundo duas propostas pedagógicas: formação presencial e formação a distância. A formação presencial, decorre numa interação direta e imediata entre formadores e formandos, em diversos locais em Portugal e noutros países, em instalações adequadas para o efeito. Estes cursos são realizados com um número mínimo de 12 participantes.

A formação a distância comporta as modalidades de e-learning e b-learning. Esta formação é dirigida a todo o espaço de língua oficial portuguesa, possibilitando a frequência de cursos, independentemente do país em que se encontram os formandos e no horário mais oportuno para aceder aos conteúdos formativos. A formação b-learning combina as componentes presenciais e a distância e visa responder à procura formativa específica conjugando conteúdos teóricos e práticos.

E-UNIFOJ

Dada a especificidade dos cursos a distância, importa especificar alguns aspetos da sua operacionalização.  Os cursos e-UNIFOJ decorrem em língua portuguesa com recurso à plataforma Moodle, não existindo horários estabelecidos para aceder aos cursos. Os mesmos são compostos por módulos sucessivos, organizados de forma lógica, com objetivos específicos. A informação e a discussão sobre os conteúdos formativos não estão, em regra, vinculadas a qualquer ordenamento jurídico concreto. É expectável uma atitude ativa e autónoma dos formandos no seu processo formativo. O material pedagógico (textos, e-books, vídeos e apresentações digitais) que suporta a formação é disponibilizado durante o período em que decorre o curso, ficando disponível até 3 semanas subsequentes ao final do mesmo. É promovida a interação entre formadores e formandos, nomeadamente com a troca de reflexões, colocação de questões e espaços de resposta, através da participação nos espaços virtuais dos fóruns de discussão e dos chats, funcionando estes de modo síncrono. É da responsabilidade dos formandos disporem de equipamento informático necessário à frequência do curso.

Os cursos de e-learning também são realizados com um número mínimo de 12 participantes.

Requisitos Técnicos e-Unifoj

Para a frequência dos cursos e-UNIFOJ é essencial ter acesso a um computador com ligação à internet, com navegador de internet atualizado. Os cursos realizam-se exclusivamente on-line, na plataforma Moodle, cujo bom funcionamento, manutenção e acompanhamento são assegurados pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.
Em caso de dúvida e, ou havendo necessidade de assistência técnica no decurso da formação, contactar: e-unifoj@ces.uc.pt
 

Pessoas
Equipa

A UNIFOJ está integrada no Observatório Permanente da Justiça do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e tem uma coordenação própria e um conselho consultivo. 

Conceição Gomes

Coordenadora
Conselho Consultivo

O Conselho Consultivo é coordenado pelo Diretor Científico do OPJ e é composto pelo Coordenador Executivo do OPJ, por personalidades de reconhecido mérito e representantes das entidades parceiras da UNIFOJ. O Conselho Consultivo pronuncia-se sobre a atividade da UNIFOJ.

Membros do Conselho Consultivo
Álvaro Laborinho Lúcio (Juiz Conselheiro Jubilado)
Boaventura de Sousa Santos (Diretor do CES e Diretor Científico do OPJ)
Carlos Pinho (Procurador da República - em representação do SMMP)
Conceição Gomes (Investigadora do CES e Coordenadora Executiva do OPJ)
Eduarda Gonçalves (Professora Catedrática do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa)
João Carlos Trindade (Juiz Conselheiro jubilado do Supremo Tribunal de Justiça de Moçambique)
José Igreja Matos (Juiz Desembargador)
José Manuel Lourenço Quaresma (Juiz de Direito - em representação da ASJP)
José Mouraz Lopes (Juiz Conselheiro do Tribunal de Contas)
Madalena Duarte (Investigadora do CES e coordenadora de projetos do OPJ)
Raul Araújo (Juiz Conselheiro do Tribunal Constitucional da República de Angola)
Rui do Carmo Fernando (Procurador da República jubilado)

Formadores

A UNIFOJ assegura uma seleção rigorosa dos formadores, garantindo que os seus cursos são lecionadas por profissionais de reconhecido mérito intelectual, profissional e científico, com perfil académico (professores universitários e investigadores), profissionais do foro (magistrados judiciais e do Ministério Público, advogados e funcionários judiciais), conservadores, notários e outros profissionais detentores de conhecimento específico e relevante no âmbito dos temas formativos.

Parceiros

A UNIFOJ procura desenvolver uma rede de formação avançada, jurídica e judiciária, que inclui instituições nacionais e internacionais, com vista à partilha de saberes e de experiências e ao aprofundamento dos princípios estabelecidos nos documentos internacionais sobre formação profissional na área da justiça. A rede de parceiros deve assumir-se como instrumento capaz de dotar os profissionais de uma compreensão global, multidisciplinar e aprofundada sobre a aplicação do direito e a realização da justiça. Para ampliar esta rede, a UNIFOJ procura estabelecer protocolos com entidades oficiais de carácter profissional para o reconhecimento das ações de formação de modo a permitir aos profissionais adquirirem competências de acordo com as normas vigentes para a progressão na carreira.

Contactos
Centro de Estudos Sociais
da Universidade de Coimbra
Observatório Permanente da Justiça


unifoj@ces.uc.pt
CES | SOFIA (UNIFOJ)
Colégio da Graça
Rua da Sofia nº 136-138
3000-389 Coimbra,
Portugal
Tel +351 239 855 570
(UNIFOJ) +351 239 855 572
CES | ALTA
Colégio de S. Jerónimo
Apartado 3087
3000-995 Coimbra,
Portugal
Tel +351 239 855 570
CES | LISBOA
Picoas Plaza
Rua Viriato, 13 Lj 117/118
1050-227 Lisboa,
Portugal
Tel +351 216 012 848
Formulário de Contacto