Os desafios das novas criminalidades no espaço tecnológico

12 a 14 de setembro de 2018

Coimbra

Apresentação // Programa // Notas biográficas dos formadores // Inscrição

Coordenação
Pedro Verdelho (Magistrado do Ministério Público)

Formadores/as
Carlos Pinho (Magistrado do Ministério Público)
David Silva Ramalho (Advogado)
Nuno Serdoura dos Santos (Magistrado do Ministério Público)

Local
CES | Alta

Duração
18 horas

Nº Limite de Inscrições
40

Modalidades de Inscrição
- Geral (120.00€)
- Investigador/a; Junior ou Pós-Doutorando/a CES

Partilhar

Coordenação
Pedro Verdelho (Magistrado do Ministério Público)

Destinatários
A CSS Os desafios das novas criminalidades no espaço tecnológico destina-se a todos os interessados ligados à área da justiça, designadamente magistrados judiciais e do Ministério Público, advogados, docentes, técnicos de instituições judiciais, para-judiciais e ONG´s, dirigentes e membros de forças de segurança, jornalistas, funcionários judiciais e estudantes.

Informações gerais
Prazo de inscrição – 18 de julho a 07 de setembro de 2018
Duração -  18 horas
Preço - € 120,00
Número de participantes: Mínimo15 | Máximo 40

12/09 | 10h00 - 13h00
Pedro Verdelho
Cibercrime: quadro legal internacional e nacional; deslocalização de dados e jurisdição

12/09 | 14h30 - 17h30
formador a confirmar
Cibercrime em Portugal – o fenómeno concreto e dificuldades práticas na investigação

13/09 | 10h00 - 13h00
Carlos Pinho
Os desafios da prova digital - prova digital em processo penal

13/09 | 14h30-17h30
Nuno Serdoura dos Santos
Os desafios ainda desconhecidos das tecnologias emergentes: drones, internet das coisas, criptomoedas e inteligência artificial

14/09 | 10h00 - 13h00
formador a confirmar
O uso da Internet pelos terroristas e outras ameaças à cibersegurança

14/09 | 14h30 - 17h30
David Silva Ramalho
Os desafios da anonimização e das ameaças globais: crimes na darkweb e métodos de investigação ocultos
 

Pedro Verdelho - Magistrado do Ministério Público desde 1990. Entre 1994 e 2005, desempenhou funções no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, na secção especializada na investigação de crimes económico-financeiros, corrupção e crimes informáticos. Entre 2005 e 2011 foi docente do Centro de Estudos Judiciários, na área penal, de que foi coordenador. Foi representante de Portugal na União Europeia e no Conselho da Europa, em assuntos relacionados com a cibercriminalidade; representante de Portugal no Comité da Convenção do Cibercrime do Conselho da Europa, desde 2006, sendo presentemente membro do seu Bureau permanente. É perito da União Europeia e do Conselho da Europa na área da cibercriminalidade. Desde 2011 é Coordenador do Gabinete Cibercrime da Procuradoria-Geral da República.

Carlos Pinho – Magistrado do Ministério Público

Nuno Serdoura dos Santos - Advogado de 1995 a 2000, Magistrado do Ministério Publico desde 2000, Pós-Graduado em Ciências Juridico Económicas pela UCP Porto, Cy-Ops Course Advance Level do Center for Criminal Justice and Security Studies, Roménia (2017-2018). Actualmente é Procurador da Republica na Comarca de Porto-Este, no DIAP/INSTRUÇÃO CRIMINAL, na secção especializada de CiberCrime. Ponto de Contacto do Gabinete CiberCrime desde 2012 e membro do Gabinete Cibercrime da Procuradoria-Geral da República.

David Silva Ramalho - Advogado da Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados, onde desempenha a sua actividade nas áreas de contencioso criminal, contencioso contra-ordenacional, compliance e protecção de dados. É Assistente Convidado de Direito Penal e Processo Penal na Faculdade de Direito da Universidade Lisboa e participa regularmente, como orador convidado, em conferências e cursos de pós-graduação sobre temas de cibercrime, prova digital, Processo Penal e protecção de dados. É também investigador no Centro de Investigação em Direito Penal e Ciências Criminais (CIPDCC) e fellow no Tech and Law Center de Milão. Mestre em Ciências Jurídico-Criminais e Pós-Graduado em Direito Intelectual e em Direito e Cibersegurança, pela Faculdade de Direito de Lisboa.