ARTIGOS

Casaleiro, Paula; Relvas, Ana Paula; Dias, João Paulo (2021), “A Critical Review of Judicial Professionals Working Conditions’ Studies”International Journal for Court Administration, 12, 1, 1-28

Henriques, Marina; Teresa Maneca, Lima; Dias, João Paulo (2021), “As Condições de Trabalho dos Atores Judiciais em Portugal: reflexões a partir da queixa do SOJ à OIT”Revista Inclusiones, 8, 2, 120-142

Dias, João Paulo; Casaleiro, Paula; Gomes, Conceição (2020), “Os “invisíveis” da justiça: condições de trabalho dos/as oficiais de justiça em Portugal”, Culturas Jurídicas, 7, 1-31.

Dias, João Paulo; Casaleiro, Paula; Lima, Teresa Maneca (2020), “Condições de trabalho nos tribunais”, Palavras para lá da pandemia: cem lados de uma crise. Coimbra: Centro de Estudos Sociais: 32.

Frade, Catarina; Fernando, Paula; Conceição, Ana Filipa (2020), “The performance of the courts in the digital era: The case of insolvency and restructuring proceedings”, International Insolvency Review.

Gomes, Conceição; Nolasco, Carlos (2020), “Prisões”, Palavras para lá da pandemia: cem lados de uma crise. Coimbra: Centro de Estudos Sociais: 83.

Gomes, Conceição (2020), “Reformas da Justiça”, Palavras para lá da pandemia: cem lados de uma crise. Coimbra: Centro de Estudos Sociais: 88.

Henriques, Marina; Gomes, Conceição (2020), “Vulnerabilidades sociais e direitos”, Palavras para lá da pandemia: cem lados de uma crise. Coimbra: Centro de Estudos Sociais: 117.

Lima, Teresa Maneca (2020), “O direito à reparação no caso de acidentes de trabalho em Portugal: entre uma conceção legal e uma análise jurisprudencial”, Culturas Jurídicas, 7, Ahead of Print.

Nolasco, Carlos (2020), “Refugiados”, Palavras para lá da pandemia: cem lados de uma crise. Coimbra: Centro de Estudos Sociais: 89.

van Dijck, Gijs; Hollemans, Ruben; Maśnicka, Monika; Frade, Catarina; Benedetti, Lorenzo; Galanti, Lucilla; Fernando, Paula; Kruczalak – Jankowska, Joanna; Abriani, Niccolo; Jesus, Ruben; Machnikowska, Anna; Pagni, Ilaria (2020), “Insolvency judges meet strategic behaviour: A comparative empirical study”, Maastricht Journal of European and Comparative Law.

Casaleiro, Paula; Maneca Lima, Teresa; Relvas, Ana Paula; Henriques, Marina; Dias, João Paulo (2019), “Working conditions and Quality of work: reflections for a study of judicial professions”International Journal on Working Conditions, Nº 18, December, 83-97.

Fernando, Paula (2019), “Intertwining Judicial Reforms and the Use of ICT in Courts: A Brief Description of the Portuguese Experience”European Quarterly of Political Attitudes and Mentalities, 8, 2, 7-20.

Gomes, Conceição (2019), Ainda demasiada lenta, ainda demasiada carain Ricardo Paes Mamede; Pedro Adão e Silva (org.), O Estado da Nação e As Políticas Públicas 2019: Menos Reformas, Melhores Políticas. Lisboa: IPPS-ISCTE, 74-78.

Henriques, Marina (2019), A Dimensão Simbólica do Quadro de Referência da OIT nos Discursos Político-Parlamentares em Portugalin António Casimiro Ferreira (org.), OIT e Portugal. 100 anos de História. Genebra: Bureau Internacional do Trabalho, 175-188.

Henriques, Marina (2019), Os mecanismos de controlo especial da OIT e a (in)efetividade dos direitos humanos do trabalho em Portugalin Ferreira, António Casimiro; Santos, Andreia; Rodrigues, Cristina; Henriques, Marina; Lima, Teresa Maneca (org.), A Organização Internacional do Trabalho no Direito do Trabalho português: reflexos e limitações de um paradigma sociojurídico. Coimbra: Almedina, 55-81.

Julicher, Manon; Henriques, Marina; Amat Blai, Aina; Policastro, Pasquale (2019), “Protection of the EU Charter for Private Legal Entities and Public Authorities? The Personal Scope of Fundamental Rights within Europe Compared“, Utrecht Law Review, 15, 1, 1-25.

Lima, Teresa Maneca (2019), A reparação dos acidentes de trabalho em Portugal e as influências do modelo de proteção social da OITin Organização Internacional do Trabalho (org.), OIT e Portugal. 100 anos de História. Genebra: Bureau Internacional do Trabalho, 265-288.

Lima, Teresa Maneca (2019), A reparação dos acidentes de trabalho em Portugal e as influências do modelo de proteção social da OITin António Casimiro Ferreira (org.), A Organização Internacional do Trabalho no Direito do Trabalho português: reflexos e limitações de um paradigma sociojurídico. Coimbra: Almedina, 151-178.

Dias, João Paulo; Gomes, Conceição (2018), “Judicial Reforms ‘Under Pressure’: The New Map/Organisation of the Portuguese Judicial System“, Utrecht Law Review, 14, 1, 174-186.

Fernando, Paula (2018), “Delinquência juvenil, controlo social e coesão”, in Isabel R. Pinto; José M. Marques (org.), Olhares sobre desvio e crime na sociedade portuguesa. Porto: Isabel R. Pinto; José M. Marques, 135-151.

Gomes, Conceição (2018), “A formação de magistrados como instrumento de transformação da justiça“, Revista Crítica de Ciências Sociais Edição comemorativa dos 40 anos, Número especial, 237-260.

Henriques, Marina (2018), “Justiça social global e o paradigma sociopolítico da OIT: reflexões a partir do caso português“, in APSIOT (org.), Emprego, Desenvolvimento e Coesão Social: Que Perspetivas para a Regulação Económica e Social?., 9-25.

Dias, João Paulo (2017), “Multiple Competences of Judicial and Social Intervention: Portuguese Public Prosecutors in Action“, Laws, 6, 4, 19.

Dias, João Paulo; Gomes, Conceição (2017), “Judicial reforms “under pressure”: the new map/organisation of the Portuguese judicial system“, in European Sociological Association (org.), 13th Conference of the European Sociological Association: Abstract Book. Athens: ESA, 976.

Fernando, Paula (2017), “Políticas Públicas de Controlo do Volume de Litigação”, in Maria de Lurdes Rodrigues, Nuno Garoupa, Pedro Magalhães, Conceição Gomes e Rui Guerra Fonseca (org.), 40 anos de políticas de justiça em Portugal. Coimbra: Almedina.

Gomes, Conceição (2017), “Tribunais e transformação social: desafios às reformas da justiça”in Maria de Lurdes Rodrigues, Nuno Garoupa, Pedro Magalhães, Conceição Gomes e Rui Guerra Fonseca (org.), 40 anos de políticas de justiça em Portugal. Coimbra: Almedina.

Gomes, Conceição (2017), “A geografia da Justiça e o direito de acesso aos tribunais“, Boletim da Ordem dos Advogados. Novembro/Dezembro 2017, 22-23.

Gomes, Conceição (2017), “Criminalidade e punição: as sanções e as medidas não privativas da liberdade”, Revista o Referencial, 127. Outubro-Dezembro, 44-49.

Henriques, Marina (2017), “A normatividade transnacional dos direitos humanos do trabalho: reflexões a partir do caso Português“, Cescontexto-Debates, 19, 123-138.

Maneca Lima, Teresa (2017), “O regime de reparação dos acidentes de trabalho em Portugal à luz da experiência vivida do sinistrado“, Cescontexto – Debates. Coimbra, 99-111.

Lourenço, Rui Pedro; Fernando, Paula; Gomes, Conceição (2017), “From eJustice to Open Judiciary. An Analysis of the Portuguese Experience”, in Carlos E. Jiménez-Gómez e Mila Gascó-Hernández (org.), Achieving Open Justice through Citizen Participation and Transparency. Hershey: IGI Global, 111-136.

Nolasco, Carlos (2017), “Refugiados, fronteiras e valores. Questões suscitadas pela violação da linha abissal“, in António Casimiro Ferreira et al. (org.), Direitos, Justiça, Cidadania: O Direito na Constituição da Política, CESContexto Debates, n.º 19, 209-219.

Dias, João Paulo (2016), “O Ministério Público como Agente de Mudança Social”, in Maria de Lurdes Rodrigues, Nuno Garoupa, Pedro Magalhães, Conceição Gomes e Rui Guerra Fonseca (org.), 40 Anos de políticas de justiça em Portugal. Coimbra: Almedina, 757-786.

Dias, João Paulo (2016), “The transition to a democratic Portuguese judicial system: (delaying) changes in the legal culture“, International Journal of Law in Context, 12, 1, 24-41

Dias, João Paulo (2016), “A reforma do mapa judiciário: desafios ao Ministério Público no acesso ao direito e à justiça“, Revista do Ministério Público, 145, 41-74.

Duarte, Madalena; Oliveira, Ana; Fernando, Paula (2016), “Gender and Judging in Portugal: Opinions and Perceptions“, Oñati Socio-legal Series [online], 6, 3, 477-495.

Henriques, Marina (2016), “A dimensão simbólica do quadro de referência da OIT nos discursos político-parlamentares em Portugal”, Cadernos Sociedade e Trabalho, 18, 15-28.

Henriques, Marina (2016), “Labour Human Rights in Portugal: Challenges to Their Effectiveness“, Oñati Socio-legal Series, 6, (3), 520-542.

Maneca Lima, Teresa (2016), “Precariedade laboral e acidentes de trabalho: relações e evidências no contexto português“, Organizações e Trabalho, 41-42, 39-56

Santos, Boaventura de Sousa; Gico, Vânia Vasconcelos; Dias, João Paulo (2016), “Dossiê Sociedade, Direitos e Justiça Cognitiva II” número temático em “Cronos”, 16, 2.

Santos, Boaventura de Sousa; Gico, Vânia Vasconcelos; Dias, João Paulo (2015), “Dossiê Sociedade, Direitos e Justiça Cognitiva I” número temático em “Cronos”, 16, 1.

Ferreira, António Casimiro; Lima, Teresa Maneca (2015), “Quando o trabalho mata? Uma questão de direitos laborais ou de direitos humanos“, Cronos, 16, 2, 43-63

Dias, João Paulo (2015), “O papel de interface do Ministério Público em Portugal: da relevância à institucionalização de “novas” funções“, Cronos, 16, 1, 161-185.

Dias, João Paulo (2015), “Ciências em sociedade: diálogos interculturais e ecologias de saberes perante ameaças neocoloniais“, Textos & Debates, 2, 27, 257-278.

Dias, João Paulo (2015), O acesso ao direito e à justiça laboral: que papel para o Ministério Público?in João Pena dos Reis, Albertina Pereira, Viriato Reis e Diogo Ravara (org.), Funções do Ministério Público na jurisdição laboral e patrocínio dos trabalhadores noutras jurisdições. Lisboa: Centro de Estudos Judiciários, 17-36.

Duarte, Madalena; Oliveira, Ana; Fernando, Paula; Gomes, Conceição (2015), “As mulheres nas magistraturas: Uma análise das representações sociais“, e-cadernos CES, 24.

Gomes, Conceição (2015), “Justiça e eficiência: o debate e os desafios à gestão dos tribunais“, Cronos. Dossié – Sociedade, Direitos e Justiça Cognitiva II, v. 16, n.2, jul./dez. 2015, 8-23
Gomes, Conceição (2015), “Deve reformar-se a reforma do mapa judiciário?“, Julgar, 27.

Henriques, Marina (2015), “A OIT e as condições de trabalho em Portugal“, International Journal on Working Conditions, 9, June 2015, 43-62.

Lima, Teresa Maneca (2015), “Da precariedade à sinistralidade laboral: Procurando evidências”, in Serrano, Maria Manuel, Urze, Paula, Assunção, Fátima (org.), Proceedings of the First ISSOW., 427-445.

Duarte, Madalena; Fernando, Paula; Gomes, Conceição; Oliveira, Ana (2014), “The Feminization of the Judiciary in Portugal: Dilemmas and Paradoxes”, Utrecht Law Review, 10, 1, 29-43.

Fernando, Paula; Gomes, Conceição; Fernandes, Diana (2014), The piecemeal development of na e-Justice platform: the CITIUS case in Portugal, in Francesco Contini; Giovan Francesco Lanzara (org.), The circulation of agency in E-Justice. Interoperability and infrastructures for european transborder judicial proceedings. Dordrecht: Springer, 137-159.

Fernando, Paula (2013), “As mulheres na advocacia: o que os números não mostram, mas podiam mostrar”, Boletim da Ordem dos Advogados , 100, 30-31.

Ribeiro, Tiago (2013), “A importancia das vítimas e a reparação da violência doméstica”, Barómetro Social (Plataforma online) .

Fernando, Paula; Gomes, Conceição; Fernandes, Diana (2013), CITIUS: the electronic payment order procedure in Portugal, in Francesco Contini e Giovan Francesco Lanzara (org.), Building interoperability for European civil procedings online. Bolonha: Cooperativa Libraria Universitaria Editrice B, 215-271.

Gomes, Conceição (2013), “Democracia, tribunais e a reforma do mapa judiciário: contributos para o debate”, Julgar, 20.

Gomes, Conceição; Mouraz Lopes, José (2013), Justiça criminal em Portugal: contextos e desafios, in Bruno Amaral Machado (org.), Justiça Criminal e Democracia. São Paulo, Brasil: Marcial Pons, 239-261.

Duarte, Madalena (2012), “Violência Doméstica”, Dicionário das Crises e das Alternativas. Coimbra: Almedina .

Duarte, Madalena (2012), “Justiça Social”, Dicionário das Crises e das Alternativas. Coimbra: Almedina .

Duarte, Madalena (2012), “Comentário à crónica “A judicialização da política””, in Santos, Boaventura de Sousa Santos. A cor do tempo quando foge – Vol. 2. Coimbra: Almedina , 128-131.

Duarte, Madalena (2012), “Comentário à crónica “As mulheres não são homens” “, in Santos, Boaventura de Sousa Santos. A cor do tempo quando foge – Vol. 2. Coimbra: Almedina , 455-457.

Duarte, Madalena (2012), “Comentário à crónica “O barroco tardio””, in Santos, Boaventura de Sousa Santos. A cor do tempo quando foge – Vol. 2. Coimbra: Almedina , 196-198.

Fernando, Paula (2012), “Corrupção”, Dicionário das Crises e das Alternativas. Centro de Estudos Sociais. Coimbra: Editora Almedina , 64-65.

Fernando, Paula (2012), “Parcerias Público-Privadas”, Dicionário das Crises e das Alternativas. Centro de Estudos Sociais. Coimbra: Editora Almedina , 156-157.

Fernando, Paula (2012), “Comentário à crónica “Tribunais e Comunicação Social””, in Santos, Boaventura de Sousa Santos. A cor do tempo quando foge – Vol. 2.. Coimbra: Almedina , 155.

Gomes, Conceição (2012), “Criminalidade”; “, Dicionário das Crises e das Alternativas. Centro de Estudos Sociais. Coimbra: Almedina, 67.

Gomes, Conceição (2012), “Direito”; “, Dicionário das Crises e das Alternativas. Centro de Estudos Sociais. Coimbra: Almedina, 77.

Gomes, Conceição (2012), “Leis”; “, Dicionário das Crises e das Alternativas. Centro de Estudos Sociais. Coimbra: Almedina, 130.

Gomes, Conceição (2012), “Tribunais”; “, Dicionário das Crises e das Alternativas. Centro de Estudos Sociais. Coimbra: Almedina, 207.

Henriques, Marina (2012), “OIT”, Dicionário das Crises e das Alternativas. Centro de Estudos Sociais. Coimbra: Editora Almedina , 151-152.

Henriques, Marina (2012), “Comentário à crónica “A qualidade da acusação””, Santos, Boaventura de Sousa Santos. A cor do tempo quando foge. Coimbra: Almedina .

Oliveira, Ana (2012), “Comentário à crónica A classe média radical”, in Boaventura de Sousa Santos, A cor do tempo quando foge. Volume 2: crónicas 2001-2011. Coimbra: Almedina, 240-242.

Ribeiro, Tiago (2012), “Direitos”, Dicionário das Crises e das Alternativas, 78-79.

Ribeiro, Tiago (2012), “Geração à Rasca”, Dicionário das Crises e das Alternativas. Centro de Estudos Sociais. Coimbra: Almedina, 109-110.

Ribeiro, Tiago (2012), “Violência doméstica, dinheiro e moral: a indemnização das vítimas”, Barómetro Social (Plataforma online).

Araújo, Raul; Fernando, Paula; Gomes, Conceição (2012), As Profissões Forenses: Caracterização, Recrutamento e Formação, in Conceição Gomes e Raul Araújo (org.), A Luta pela Relevância Social e Política: os tribunais judiciais em Angola – Luanda e Justiça: Pluralismo jurídico numa sociedade em transformação. Coimbra: Almedina.

Duarte, Madalena (2012), “O lugar do direito nas políticas contra a violência doméstica”, Ex aequo, 25, 59-74.
Duarte, Madalena; Oliveira, Ana (2012), “Mulheres nas margens: a violência doméstica e as mulheres imigrantes “, Revista Sociologia, XXIII .

Duarte, Madalena (2012), “Prostitution and Trafficking in Portugal: Legislation, Policy, and Claims”, Sexuality Research and Social Policy , 9, 3, 258-268.

Fernando, Paula; Gomes, Conceição; Araújo, Raul; Sambo, Anette (2012), A Justiça Laboral, in Conceição Gomes e Raul Araújo (org.), A Luta pela Relevância Social e Política: os tribunais judiciais em Angola – Luanda e Justiça: Pluralismo jurídico numa sociedade em transformação. Coimbra: Almedina.

Fernando, Paula; Gomes, Conceição; Araújo, Raul; Fatato, Maymona Kuma (2012), Uma Caracterização da Procura nos Tribunais Judiciais em Luanda, in Conceição Gomes e Raul Araújo (org.), A Luta pela Relevância Social e Política: os tribunais judiciais em Angola – Luanda e Justiça: Pluralismo jurídico numa sociedade em transformação. Coimbra: Almedina.

Gomes, Conceição (2012), Justiça e democracia: o papel dos tribunais judiciais e os desafios à política de reformas, in Boaventura de Sousa Santos e José Octávio Serra Van-Dúnem (org.), Sociedade e Estado em Construção: desafios do direito e da democracia em Angola – Volume I. Coimbra: Almedina, 183-215.

Gomes, Conceição; Araújo, Raul; Fatato, Mayoma Kuma (2012), A organização Judiciária em Angola, in Conceição Gomes e Raul Araújo (org.), A luta pela relevância social e política: os tribunais judiciais em Angola. A luta pela relevância social e política: os tribunais judiciais em Angola. Luanda e Justiça: Pluralismo jurídico numa sociedade em transformação Volume II. Coimbra: Almedina, 19-45.

Gomes, Conceição; Fernando, Paula; Araújo, Raul; Fatato, Maymona Kuma (2012), A Justiça Cível e Administrativa, in Conceição Gomes e Raul Araújo (org.), A Luta pela Relevância Social e Política: os tribunais judiciais em Angola – Luanda e Justiça: Pluralismo jurídico numa sociedade em transformação. Coimbra: Almedina.

Gomes, Conceição; Lauris, Élida; Araújo, Raul; Fernando, Paula; Sambo, Anette (2012), A Justiça de Família e Menores, in Conceição Gomes e Raul Araújo (org.), A Luta pela Relevância Social e Política: os tribunais judiciais em Angola – Luanda e Justiça: Pluralismo jurídico numa sociedade em transformação. Coimbra: Almedina.

Gomes, Conceição; Santos, Élida; Araújo, Raul (2012), Administração, Gestão e Funcionamento Interno dos Tribunais, in Conceição Gomes e Raul Araújo (org.), A Luta Pela Relevância Social e Política: Os tribunais Judiciais em Angola – Luanda e Justiça: Pluralismo jurídico numa sociedade em transformação, Volume II. Coimbra: Almedina.

Gomes, Conceição; Santos, Élida; Araújo, Raul (2012), Independência e Transparência dos tribunais, in Conceição Gomes e Raul Araújo (org.), A Luta Pela Relevância Social e Política: Os tribunais Judiciais em Angola – Luanda e Justiça: Pluralismo jurídico numa sociedade em transformação, Volume II. Coimbra: Almedina.

Santos, Boaventura de Sousa (2012), Aquino de Bragança: criador de futuros, mestre de heterodoxias, pioneiro das epistemologias do Sul, in Silva, Teresa Cruz, Coelho, João Paulo Borges e Souto, Amélia Neves (org.), Como fazer ciências sociais e humanas em África. Questões epistemológicas, metodológicas, teóricas e políticas. Dakar: CODESRIA, 13-61.

Santos, Boaventura de Sousa (2012), Direito e justiça num país libertado há pouco do colonialismo e ainda há menos da guerra civil, em transição democrática, in Santos, Boaventura de Sousa e Van-Dúnem, José Octávio Serra (org.), Sociedade e Estado em construção: desafios do direito e da democracia em Angola. Coimbra: Almedina, 23-83.

Santos, Boaventura de Sousa (2012), La universidad en el siglo XXI. Para una reforma democrática y emancipadora de la universidad, in René Ramírez (org.), Transformar la universidad para transformar la sociedad. Quito: SENESCYT, 139-194.

Santos, Boaventura de Sousa (2012), Os tribunais, o Estado e a democracia, in Santos, Boaventura de Sousa e Van-Dúnem, José Octávio Serra (org.), Sociedade e Estado em construção: desafios do direito e da democracia em Angola. Coimbra: Almedina, 85-149.

Santos, Boaventura de Sousa (2012), “Public Sphere and Epistemologies of the South”, Africa Development, XXXVII, 1, 43-67.

Santos, Boaventura de Sousa (2012), “The University at a Crossroads”, Human Architecture: Journal of the Sociology of Self-Knowledge, X, Issue 1, Winter 2012, 7-16.

Santos, Boaventura de Sousa (2012), “Plurinationaler Konstitutionalismus und experimenteller Staat in Bolivien und Ecuador”, Kritische Justiz, 45, 2, 163-177.

Santos, Boaventura de Sousa; Gomes, Conceição; Ribeiro, Tiago (2012), Os acidentes de trabalho nos tribunais portugueses, in Neto, Hernâni Veloso; Areosa, João; Arezes, Pedro (org.), Impacto social dos acidentes de trabalho. Vila do Conde: Civeri Publishing, 227-265.

Santos, Cecília; Duarte, Madalena (2012), Fazer ondas nos mares da justiça: dos direitos das mulheres aos direitos humanos das ONG, in Cecília M. Santos (org.), A Mobilização Transnacional do Direito. Portugal e o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. Coimbra: Almedina.

Santos, Cecília; Santos, Ana Cristina; Teresa, Lima; Duarte, Madalena (2012), Homoparentalidade e uso dos tribunais: a reconstrução dos direitos humanos no caso Silva Mouta, in Cecília M. Santos (org.), A Mobilização Transnacional do Direito. Portugal e o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. Coimbra: Almedina.

Santos, Élida; Gomes, Conceição; Araujo, Raul (2012), O acesso aos tribunais: um olhar para o futuro, in Conceição Gomes e Raul Araújo (org.), A Luta Pela Relevância Social e Política: Os tribunais Judiciais em Angola – Luanda e Justiça: Pluralismo jurídico numa sociedade em transformação, Volume II. Coimbra: Almedina.

Gomes, Conceição (2010), “Tribunais e democracia: desafios (presentes e futuros) à aplicação do direito”, Tertúlias com… Os novos horizontes do direito, 49-72.

Lauris, Élida; Fernando, Paula (2010), “A dupla face de Janus: as reformas da justiça e a Lei Tutelar Educativa”, Julgar, 11.

Santos, Boaventura Sousa; Gomes, Conceição; Duarte, Madalena (2010), Tráfico de mulheres para fins de exploração sexual em Portugal: um retrato empírico, in OTSH (org.), Tráfico Des Umano. Lisboa: Cadernos da Administração Interna.

Santos, Boaventura Sousa; Gomes, Conceição; Duarte, Madalena (2010), “The Sexual Trafficking of Women: Representations of Illegality and Victimisation”, RCCS Annual Review, 2.

Santos, Boaventura de Sousa (2009), “Direitos humanos: o desafio da interculturalidade”, Revista Direitos Humanos, 2, 10-18.

Gomes, Conceição; Lopes, José Mouraz (2009), “A emergência da avaliação e da responsabilização na reforma do sistema penal: alguns tópicos” in Gomes, Conceição; Lopes, José Mouraz (org.) A reforma do sistema penal de 2007 – Garantias e eficácia. Justiça XXI. Coimbra Editora.

Santos, Boaventura Sousa; Gomes, Conceição; Duarte, Madalena (2009), “Tráfico sexual de mulheres: Representações sobre ilegalidade e vitimação “, Revista Crítica de Ciências Sociais, 87, 69-94.

Gomes, Conceição (2008), “Tráfico de mulheres em Portugal para fins de exploração sexual”, Colecção Estudos de Género.

Gomes, Conceição (2008); Lopes, José Mouraz, “As recentes transformações no sistema penal português: a construção de um novo equilíbrio entre garantias e criminalidade”, Revista “Civitas”.

Fernando, Paula; Dias, João Paulo; Lima, Teresa Maneca (2007), “O Ministério Público em Portugal: que papel, que lugar?”, Oficina do CES, 272.

Gomes, Conceição (2007), “The transformation of the Portuguese judicial organization. Between efficiency and democracy”, Utrecht Law Review, Vol. 3, 1.

Gomes, Conceição (2007), “A importância da avaliação da reforma do sistema penal: alguns tópicos”, Justiça XXI, 1, 7-15.

Gomes, Conceição (2007), “The transformation of the portuguese judicial organization. Between efficiency and democracy”, Utrecht Law Review, 3, Issue I (June).

Gomes, Conceição, “Tráfico de Mulheres para fins de Exploração Sexual em Portugal” in Presidência Portuguesa da União Europeia (org.), Actas da Conferência Internacional “Tráfico de Seres Humanos e Género”.

Santos, Boaventura de Sousa; Gomes, Conceição (2007), “Geografia e democracia para uma nova justiça”, Julgar, 2, 109-128.

Gomes, Conceição (2006), “Community Courts”, in Santos, Boaventura de Sousa et al. (org.), Law and Justice in a Multicultural Society – The Case of Mozambique. Senegal: CODESRIA.

Gomes, Conceição (2006), “Os Actos e os Tempos dos Juízes”, in Conselho Superior da Magistratura (org.), Funcionamento do Sistema Judicial e Desenvolvimento Económico. Coimbra: Coimbra Editora.

Gomes, Conceição (2006), “Traditional Authorities”, in Santos, Boaventura de Sousa et al. (org.), Law and Justice in a Multicultural Society – The Case of Mozambique. Senegal: CODESRIA.

Santos, Boaventura de Sousa (2005), “Os tribunais e as novas tecnologias de comunicação e de informação“, Sociologias, 13.

Gomes, Conceição; Fernando, Paula (2005), Provision of Information by Courts, The Case of Portugal, in Philip M. Langbroek e Wim J.M. Voerman (org.), Provision of Information by courts and court administrations: a comparative inventory of eight European Countries and in USA. Utrecht.

Santos, Boaventura Sousa; Pedroso, João; Gomes, Conceição (2005), “Qualité et Justice en Portugal”, in Marco Fabri, Philip M.Langbroek e Hélène Pauliat (org.), L´Administration de La Justice en Europe et L´Évaluation de Sa Qualité. Paris: Mission de Recherche Droit et Justice.

Gomes, Conceição (2004), “Assignment of cases to the courts and within courts in Portugal”, in Philip M.Langbroek, Marco Fabri (org.), Case assignment to courts and within courts. Netherlands: Shaker.

Gomes, Conceição e Fernando, Paula (2004), “Subsídios para a compreensão da justiça penal na última década”, – Revista: Polícia e Justiça, III Série, N.º4, 2004.

Santos, Boaventura de Sousa (2003), “Poderá o direito ser emancipatório?“, Revista Crítica de Ciências Sociais, 65, 3-76.